Clube mais fiel

Faça parte do clube mais animal do Brasil

Faça parte do clube mais animal do Brasil

Clique e aproveite
Buscar
Carrinho de compras
X
Banner Lateral

Filtrar por

Ração Seca

Com tantas opções de ração para cachorro, podemos ficar confusos na hora de escolher uma. Há um leque de possibilidades em relação a marcas e sabores de ração. Mas não é só isso. Existem alguns tipos de ração que têm suas características bem definidas e adequadas para situações específicas.

Levar em consideração a raça, idade e peso do animal na hora da escolha da ração é fundamental para garantir o bem-estar do seu pet. Outro fator relevante é se o cachorro tem alguma questão de saúde, como diabetes, obesidade, entre outras.

Conheça abaixo os tipos de ração de cachorro que existem no mercado e entenda qual escolher.

Ração para cachorros: alimentação ideal e balanceada

Assim como nós precisamos de uma alimentação adequada para manter a saúde em dia, os cãezinhos também precisam de uma dieta balanceada. Por isso, é preciso encontrar a ração ideal para seu cachorro, de acordo com suas características e necessidades. Você sabia que existe ração para cachorro obeso e outras condições?

É recomendado que seu cachorro seja acompanhado por um veterinário, pois a avaliação do profissional pode ajudar a entender as particularidades do seu animal de estimação. Com essas informações, ficará mais fácil decidir qual será o tipo de ração para cachorro você deverá escolher.

Vamos detalhar cada tipo de ração e te ajudar a entender qual é a melhor ração para cachorro, em cada caso.

Ração seca

No mercado pet, a ração seca é a mais comum de ser encontrada. Sua principal função, devido a textura seca, é evitar o acúmulo de tártaro, limpando os dentes do cachorro enquanto ele se alimenta.

Alguns cães têm dificuldade em ingerir a ração seca e pode causar problemas na digestão do animal, quando ele não consegue mastigar bem os grãos. Para esses casos, a ração semiúmida é a mais indicada. Ela tem cerca de 20% de umidade e, por isso, é mais macia que as secas, porém tem a mesma eficiência e compre o mesmo papel nutricional.

Ração úmida

Já para introduzir a alimentação sólida após o desmame na dieta dos filhotes, a ração úmida é a que tem as melhores condições para ingestão por ter uma textura mais agradável. Aliada a ingestão de água, a ração úmida também contribui para evitar problemas renais, especialmente em cachorros que vivem em regiões mais quentes.

Mesmo com tais benefícios, é preciso atenção! Na contramão da ração seca, a úmida colabora com o acúmulo de tártaro. Por isso, misturar as duas pode ser uma solução para trazer equilíbrio na alimentação do pet.

Outro ponto importante a ser destacado é que a durabilidade da ração úmida quando exposta, no pote de comida do cachorro, é bastante reduzida.

Ração medicamentosa

Para os cãezinhos que têm condições de saúde que exigem mais cuidados, a alimentação é ainda mais importante. E é para esses pets que a ração medicamentosa foi desenvolvida. Ela atua na manutenção da saúde ou auxilia na recuperação do cachorro.

Na elaboração da ração medicamentosa, as particularidades de saúde do animal são consideradas, além de ter baixo teor de gordura e fornecer os nutrientes adequados e em quantidade balanceada. São indicadas para quadros dermatológicos, renais, gástricos, urinários, hepáticos, entre outros.

Não deixe de consultar seu veterinário antes de introduzir qualquer tipo de ração medicamentosa.

Qual é a melhor ração para cachorro?

Ao entender as especificidades dos tipo de ração e identificar qual é a melhor para o seu cachorro, você também pensa na qualidade do alimento que irá oferecer, certo? E não é só a marca do produto que irá definir esse fator.

Existem rações, disponíveis no mercado, que têm um padrão de qualidade superior às tradicionais. Conheça três tipos:

Ração Premium

As rações premium, como o nome já indica, possuem qualidade superior e, também, preço. Apesar disso, o custo-benefício compensa bastante para muitos donos de cachorros. Isso porque, com esse tipo de ração, o cão come pequenas porções e se sente saciado.

O que dá essa sensação de saciedade são as maiores quantidades de proteínas presentes na ração Premium. Dessa maneira, o organismo demora mais a absorver as proteínas e exige mais do metabolismo na digestão.

Ração Super Premium

A ração Super Premium é sinônimo de uma alimentação de qualidade para o cachorro. São ricas em proteína de origem animal, feitas com ingredientes selecionados, têm uma formulação diferenciada e, geralmente, não possuem conservantes, aromatizantes e corantes artificiais.

Ração Premium Especial ou High Premium

Para além da ração premium, há também a ração premium especial, que são igualmente boas e de qualidade. O que as difere é que a premium especial (ou high premium) tem uma fórmula mais rica em nutrientes. Um teor maior de vitaminas e minerais, maior quantidade e melhor qualidade de proteínas, além de ingredientes especiais.

Ração para cachorro filhote

No primeiro ano de vida do seu filhote, a recomendação é que ele se alimente apenas de ração. A introdução da ração na dieta do seu pet pode ser feita após 45 dias de vida e, no começo, o dono do animal deverá testar alguns tipos de ração até identificar qual o filhote mais gostou.

Para saber qual tipo de ração para cachorro filhote irá se adaptar melhor, não tem muito segredo. O que se deve fazer é oferecer diferentes sabores. Caso ele tenha dificuldade com a textura da ração seca, uma dica é misturar com um pouco da ração úmida, para facilitar a ingestão.

Lembrando sempre que, nesse momento, o indicado é oferecer apenas ração específica para filhotes, pois são essas que irão oferecer mais calorias, cálcio, fibras sais minerais, proteínas e outros nutrientes essenciais para o crescimento do seu cachorro, inclusive atuando no desenvolvimento dos ossos. Outro benefício da ração para filhotes é que ela fornece a energia que seu cão precisa para brincar e se desenvolver.

Além disso, pensando em facilitar a digestão do seu animalzinho, os grãos da ração são feitos para que ele não tenha dificuldade para mastigar e ingeri-los.

Ração para cachorro adulto

Os cachorros adultos têm necessidades diferentes dos filhotes, pois já se desenvolveram. A ração para cachorro adulto baseia-se em uma alimentação voltada para sua demanda atual, na fase mais madura.

O gasto energético de um cão adulto não é tão alto e, por isso, a ração de acordo com sua faixa etária irá fornecer nutrientes na medida certa para evitar o desenvolvimento de doenças, como diabetes e obesidade.

Ração para cachorro idoso

Uma grande diferença entre cães idosos e os cães adultos mais jovens é a disposição e a saúde. Muitos cachorros envelhecem e desenvolvem doenças, assim como nós. Conforme os anos vão passando, as necessidades mudam e é preciso fazer adaptações para o bem-estar do animal.

Uma delas é em relação à alimentação, quando os cães já não conseguem mais mastigar como antes, o que é comum na velhice. A ração para cachorro idoso é diferente, pois seus grãos são feitos para facilitar a mastigação. Muitos cães nessa fase apresentam problemas desde a dentição até o sistema digestivo. Devido a esse quadro, a ração para cãezinhos mais velhos têm grãos e texturas diferentes e também menos calorias, já que eles tendem a reduzir o gasto calórico.

Ração de acordo com o porte da raça

Animais de tamanhos diferentes têm necessidades diferentes. Não só quando falamos de ser filhote ou adulto, mas em relação ao porte da raça em si, seja porte pequeno ou grande.

Há também ração para cachorro de porte médio e ração para cachorro de porte gigante. As raças intermediárias e as bem grandes não devem ser desconsideradas no momento de escolher a ração adequada.

Veja quais as propriedades e benefícios de ração para o tipo de porte do seu cão.

Ração para cachorros de raças pequenas

Apesar de serem de raça de porte pequeno, cães menores, mas que não são mais filhotes já têm necessidades diferentes. Depois do primeiro ano de vida, o cachorro já passou por boa parte do seu desenvolvimento. Agora, ele precisa de nutrientes para a manutenção da sua saúde.

As raças pequenas têm o metabolismo mais acelerado. Sendo assim, consomem mais energia e precisam de uma ração para cachorro de porte pequeno com mais gorduras e proteínas.

Ração para cachorros de raças grandes

No caso das raças de porte grande, é preciso levar em consideração que esses cachorros têm um metabolismo mais lento. Então, a ração tem menos gordura, já que o gasto energético não será tão grande quanto o das raças pequenas.

Dessa maneira, a alimentação adequada com a ração certa irá ajudar no controle do peso, evitando a obesidade no animal.

Como oferecer a ração para cachorro?

Para alimentar os cães, existem algumas “regras” que colaboram para a saúde e bem-estar dos animais. São instruções importantes a serem seguidas para que a alimentação do seu cachorro só traga benefícios.

Colocar comida à vontade e deixar a ração à disposição do cãozinho não é a melhor opção, por exemplo. Você vai entender mais sobre isso a seguir.

Como introduzir ração para cachorro

A hora da refeição é considerada sagrada por muitos de nós e, para os cachorros, não é tão diferente no sentido de ser um momento levado bastante a sério. São diversos detalhes que devem ser considerados para que o momento de se alimentar seja agradável para seu pet.

A maneira que a ração é oferecida faz diferença. Exercer um comando antes de colocar a ração para seu cachorro e manter contato visual faz com que ele reconheça seu dono como um líder e a comida como uma recompensa. Pedir para que o cãozinho deite, sente ou dê a pata já são comandos básicos que funcionam.

Melhor hora para dar ração para cachorro

Não há uma regra em relação a horário para alimentar seu cachorro. O recomendado é observar a rotina do cão e se basear nela para escolher o melhor momento para oferecer a ração. Vamos usar os cães adultos como exemplo. De maneira geral, eles devem ser alimentados duas vezes ao dia: a primeira, assim que acordar e, a segunda, no final do dia, porém não muito perto do horário do pet dormir.

É importante conversar com um veterinário para que ele possa orientar melhor em relação a melhor hora para dar ração para o seu cachorro, respeitando suas particularidades.

Quantidade ideal de ração para cachorro

A quantidade de ração ideal para cachorro varia de acordo com a idade e porte da raça para que o pet não coma demais ou de menos, podendo causar obesidade ou desnutrição.

É possível fazer um cálculo de quantas gramas de ração são adequadas para o peso de cada cão, porte e raça. As quantidades variam, por dia, desde 55 a 95 gramas de ração para cachorro de porte mini ou bem pequenos, até 530 a 810 gramas para os cães considerados gigantes.

É importante consultar um veterinário para que ele verifique se seu cachorro não tem alguma necessidade específica e defina a quantidade ideal de ração.

Produtos encontrados: 348 Resultado da Pesquisa por: em 6 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Produtos encontrados: 348 Resultado da Pesquisa por: em 6 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Assine nossa newsletter

Qual é o seu pet?

Cadastrado com sucesso!

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Também compartilhamos informações sobre o uso do nosso site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise. Ao clicar em Concordar e Fechar, você concorda com o uso de cookies e o processamento associado de suas informações.